quinta-feira, 31 de março de 2011

História da Educação de Surdos I

                                                 Actividade 5

1. Elabore uma comparação entre o método defendido pelo Abade de L’Epée e o  método defendido por Weinicke para o ensino de surdos.

O Abade L’Epée desenvolveu um novo método na educação dos surdos, foi o criador do método gestual.L’ Epée reconheceu que a língua gestual já existia e que servia de base à comunicação entre surdos. Ele aprendeu esta língua e depois expandiu-a organizou-a, criou um sistema em que usava a língua gestual na ordem gramatical do francês, assim como criou novos gestos para palavras que não eram usadas em língua gestual. Para o Abade L’Epée era mais fácil ensinar os surdos se começasse por usar uma língua que estes conheciam e podiam melhorar.

Samuel Heinicke foi um dos maiores defensores do método oralista. Um dos seus alunos mais importantes foi um rapaz surdo que conseguiu aprender a falar. Em Hamburgo trabalhou numa escola onde ensinou alunos surdos com sucesso e ficou conhecido no país. Primeiro usava o método da escrita mas depois começou a ensinar através do método oral. Heinicke usava diferentes produtos para ensinar as vogais e incentivava os seus alunos a falar em público e consigo pois a língua falada era mais rápida.

video


2. Elabore um texto sobre a importância destes dois educadores (L’Epée e Weinicke) para o futuro da educação de surdos.

Apesar de terem ideias diferentes sobre a educação dos Surdos, L’Epée e Heinicke conseguiram ter sucesso no ensino de surdos. Ambos criaram escolas: o Abade l’Epée fundou a primeira escola de surdos do mundo (Instituto Nacional de Surdos-Mudos em Paris), e Samuel Heinicke criou a primeira escola de surdos - mudos da Alemanha. Estes dois professores tiveram os seus seguidores e durante muitos anos, quase até os dias de hoje, os principais métodos usados na educação dos surdos foram os seus: o gestual e o oral.

video

Sem comentários:

Enviar um comentário